Conheça a programação desta quarta (8 de dezembro) no Festival de Brasília

Mostra Brasília
A quarta (8) é marcada pela estreia da Mostra Brasília 2021. Os curtas candangos Tinhosa (Rafael Cardim Bernardes, fic, 17 min, 2021, DF) e Tempo de Derruba (Gabriela Daldegan, doc, 30 min, 2021, DF), e o longa O Mestre da Cena (João Inácio, doc, 74 min, 2019,DF) ganham as telas a partir das 20h (permanecendo disponíveis até às 19h59 do dia 10 de dezembro). 


Foto de Tinhosa

Mostra Competitiva 
Desde 01h30 (e até 23h29) o filme Alice dos Anjos (Daniel Leite Almeida, fic, 76 min, 2021, BA) está disponível na InnSaei.TV (aguardando seu voto, inclusive!). Os curtas Filhos da Periferia (Arthur Gonzaga, fic, 16 min, 2021, DF) e Chão de Fábrica (Nina Kopko, fic, 24 min, 2021, SP) estreiam na InnSaei.TV às 22h30, e são exibidos até às 22h30 do dia seguinte.


Foto de Filhos da Periferia

Lavra
Às 23h30 desta quarta (8) é a vez de Lavra, longa mineiro de Lucas Bambozzi (fic, 97 min, 2021) estrear no Canal Brasil. Mais tarde, à 01h30 do dia 9 (quinta), Lavra estreia na InnSaei, ficando em cartaz até 23h30. O filme expõe as feridas da devastação ambiental percorrendo os caminhos da lama tóxica e criminosa que devasta cidades inteiras.

Memória e Linguagens
A mostra Memória e Linguagens é composta por quatro longas-metragens que investigam a cultura brasileira por meio de personagens, situações, criações artísticas e da própria formatação da identidade nacional. Os Ossos da Saudade (Marcos Pimentel, 107 min, 2021, MG), Procura-se Meteorango Kid: vivo ou morto (Marcel Gonnet e Daniel Fróes, 99 min, 2022 – previsão, BA), Rolê – Histórias dos Rolezinhos (Vladimir Seixas, 82 min, 2021, RJ, foto) e Samba Riachão (Jorge Alfredo, 86 min, 2001, Bahia) são os títulos exibidos.

Imagem do filme Procura-se Meteorango Kid: vivo ou morto

Assista ao trailer do longa Rolê – Histórias dos Rolezinhos:

Masterclasses e Ambiente de mercado
Às 14h, o presidente da Cinemateca Francesa Costa-Gavras ministra a masterclass O desafio da memória, com mediação de Jorge Duran (acesse). No ambiente de mercado, às 16h30 a mesa Cinema industrial em um universo multifacetado reúne Luiz Noronha, Mayra Lucas, Iafa Britz, Viviane Ferreira, Marcus Ligocki e Ana Paula Sousa (acesse).


Costa-Gavras

Debates, atividades formativas e painéis setoriais
Às 10h, o filme de abertura ganha debate mediado por Denise Lopes (acesse). Também às 10, os Seminários e Painéis Setoriais iniciam sua jornada com um encontro da Conexão Audiovisual Norte, Nordeste e Centro-Oeste – CONNE, com Clemilson Farias, Marcus Ligocki, Pedro Novaes e Cibele Amaral  (acesse). Às 14h é a vez do painel O olhar feminino: estéticas, distopias e hibridações no cinema brasileiro feito por mulheres com Luiza Lusvarghi, Lilian Solá Santiago, Karla Bessa e Edileuza Penha (acesse).


Cibele Amaral

Saiba como acompanhar a programação

>>> Todos os estão filmes disponíveis na InnSaei.TV (longas das mostra competitiva também no Canal Brasil)

>>> Debates, Ambiente de Mercado, Masterclasses, Seminários e Painéis Setoriais no Zoom, sem inscrição prévia, com links de acesso na aba programação aqui do site.

>>> Programe-se com antecedência e ative os lembretes do site do festival diretamente em sua agenda digital favorita.

Festival de Brasília começa nesta terça (7)

Tem início nesta terça-feira, dia 7 de dezembro, a 54ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Apresentada diretamente do Cine Brasília pela atriz e apresentadora Maria Paula Fidalgo, a Cerimônia de Abertura do festival é transmitida às 20h na plataforma InnSaei.TV, onde encontram-se gratuitamente os 63 títulos programados pelo festival até o dia 14 de dezembro.

Maria Paula no Cine Brasília (2021). Foto: Paulo Cavera

Realizada virtualmente, tal como toda a programação do evento, a Cerimônia tem entre seus participantes, o Secretário de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, Bartolomeu Rodrigues, os curadores Silvio Tendler e Tania Montoro, a cineasta e gestora cultural Olga Futemma – que recebe a medalha Paulo Emílio Salles Gomes, concedida a grandes contribuintes da memória e pensamento do cinema nacional – e da diretora do filme de abertura, Ana Maria Magalhães.

Magalhães apresenta Já que Ninguém me Tira pra Dançar (doc, 91 min, 2021, RJ), documentário realizado em homenagem à sua amiga pessoal Leila Diniz, que fica disponíveis até o fim do festival. Também às 20h, uma série de filmes estreiam na InnSaei.TV nesta terça, restando disponíveis até o dia 14 de dezembro. São eles: os nove títulos exibidos pela Mostra Sessentinha, que celebra o melhor da filmografia brasiliense, os dois programas de curtas do Festivalzinho (programação para crianças e adolescentes) e Catadores de História (doc, 75 min, 2016, DF), filme que abre a mostra Brasília, homenageando Tânia Quaresma.

A Mostra Competitiva também tem início nesta terça, mais tarde, às 22h30. Os curtas Ocupagem (Joel Pizzini, doc, 12 min, 2021, SP) e Terra Nova (Diego Bauer (fic, 22 min, 2021, AM) estão disponíveis até às 22h30 da quarta-feira, dia 8 de dezembro. Às 23h30, o longa Alice dos Anjos (Daniel Leite Almeida, fic, 76 min, 2021, BA) é exibido no Canal Brasil e na madrugada de 8 de dezembro, estreia na InnSaei, ficando disponível até às 22h29 do mesmo dia 8. Na manhã de quarta (8), às 10h, acompanhamos o debate do filme de abertura, sob a mediação de Denise Lopes.

A programação completa do Festival de Brasília pode ser encontrada aqui. O usuário salva todos os eventos em sua agenda pessoal no Google e acessa diretamente os filmes na InnSaei. Programe-se!